Relato – Cine Julio Dantas em Santos – SP

Relato – Cine Julio Dantas em Santos – SP
“Essa história não aconteceu comigo, porém acho um bom relato do que acontece no Centro de Santos em meio das pessoas apressadas e empresas”

Esse conto na verdade é um relato, pois já fui algumas vezes no Cine Júlio Dantas, aqui no Centro de Santos, quem é da Baixada Santista deve conhecer.

Tenho 26 anos e desde os 18,19 anos ao menos 3 vezes por ano passo por lá para ver um filme pornô e conseguir ser chupado ou punhetado por algum travesti ou qualquer pessoa que estiver lá.
Agora em Fevereiro, antes do carnaval, saí direto do meu trabalho que fica bem perto, passei no bar com alguns amigos e na hora da despedida me deu uma vontade de passar no Julio Dantas para ver o que acontecia, estava com tesão e com pouco dinheiro, senha perfeita para gozar rápido.
Ao chegar lá fiquei na parte de trás do cinema onde tem uma parede logo atrás das cadeiras só batendo uma punheta, acariciando meu pau, vendo as cenas do filme, olhando o movimento, a agitação que ocorre nas cadeiras.

O vai e vem de homens e travestis a procura de um pouco de diversão.

Fiquei por uns 10 minutos e nada acontecia, decidi me sentar em alguma poltrona.
Fui andando devagar para ver se tinha alguém disponível mas em vão, então me sentei na segunda poltrona da primeira fileira e fiquei batendo uma punheta bem gostosa. Veio um travesti feio e não dei atenção dizendo que estava sem grana, depois de uns 5 minutos veio um travesti moreno, bem gostosinha que sempre me chupa gostoso e me trata com carinho.
Conversamos o básico e ela começou a me punhetar a me beijar no pescoço, não aguentei de tesão e disse para ela que tinha R$ 10,00, ela topou ir no banheiro comigo, não pensei duas vezes.
Ela foi na frente para preparar o banheiro que infelizmente é muito sujo, mas na hora do tesão o que vale é gozar que até esquecemos do ambiente.
Cheguei e já de bate pronto começamos a nos beijar muito gostoso, sempre nos beijamos com muta vontade e tesão, e não tínhamos muito tempo, pois o cinema já estava fechando.
Ela abaixou minha calça, estava sem cueca e com o pau duro, ela sentou-se no assento e começou a me chupar muito, mas muito gostoso, pegou meu pau por inteiro (+- 17cm de dote), chupando meu saco com vontade, acariciando meu peito, gemendo bem baixinho para me provocar.

Não estava afim de penetrá-la, sá queria gozar bem gostoso sendo chupado. Ela se levantou e começou a me punhetar junto ao seu pau, um pouco menor e não ereto sempre me beijando loucamente e pedindo para gozar.
Já estava a ponto de gozar, mas pedi para ela chupar um pouco mais, prontamente atendido. Depois de mais um pouco disse que iria gozar, ela se retirou e gozei na parede do banheiro em êxtase.

Ela chupou meu pau por último par limpá-lo a paguei e fui embora para casa muito mais aliviado.
Bom, este foi meu relato, espero que gostem.

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir